• Prev
Paraíba do Sul/RJ - No dia 27 de Outubro de 2018, o Projeto Café ...
Três Rios/RJ - A Igreja do Evangélico Quadrangular em Vila Isabel realizou, no dia 25 ...
Três Rios/RJ - A Igreja Assembleia de Deus - Ministério de Madureira, Filial de Volta ...
Três Rios/RJ - Sob a coordenação da Diretora Acadêmica Percida Couto, os ...
Rede Vipgospel - todas logos

Santidade

O que é santidade? Será que é ir à igreja todo domingo e ser sempre muito sério? E como podemos ser santos? É possível alcançar a santidade? A Bíblia diz:

Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: 'Sejam santos, porque eu sou santo. 1 Pedro 1:15-16

Sim, podemos ser santos! Deus é santo e espera que seus seguidores sejam santos. Mas como? Primeiro precisamos entender o que é santidade...

O significado de santidade
Ser santo significa ser puro, separado do mal. Deus é santo. Nada de ruim existe nele e tudo nele é perfeito. Em tudo que faz, Deus é justo e fiel.

Para nós, aqui na terra, santidade significa dedicação total a Deus, nos separando pecado. Ser santo significa uma vida dedicada às coisas de Deus, amando a verdade, a justiça e o bem. Santidade é viver de maneira agradável a Deus.

Mas será que isso é possível? O pecado faz parte de nossa natureza humana e estamos longe da perfeição. No entanto, existe uma forma de nos tornarmos santos: através de Jesus! Ele morreu e ressuscitou para nos salvar e purificar de nossos pecados. Quando cremos em Jesus e dedicamos nossa vida a ele, Jesus nos torna puros e santos.

Santidade é ser salvo por Jesus.

Santidade é um processo
Quem é salvo por Jesus é santo, porque sua vida agora é dedicada a Deus. Mas o processo não está completo. Ainda temos uma natureza humana pecadora. Precisamos aprender a lutar contra o pecado. Isso se chama santificação.

A Bíblia nos ensina que o primeiro passo é ter um coração voltado para Deus. Quem ama a Deus quer agradá-lo e obedece a ele. Quanto mais nos dedicamos a Deus, menos felizes vamos ficar com o pecado.

O segundo passo é ler a Bíblia. Ela nos ensina o que é bom e agradável para Deus. A Bíblia nos mostra como viver de maneira santa. Através da Bíblia, podemos aprender a identificar o pecado e a resistir à tentação.

O terceiro passo é aplicar o ensino. Podemos saber tudo sobre a vontade de Deus para nossas vidas mas, se não pusermos em prática, tudo isso é inútil. Com a ajuda de Jesus, precisamos mudar a forma como vivemos.

Veja aqui outros versículos sobre santificação.

O que santidade não é
Santidade não é ser superior a outras pessoas. Ninguém é melhor que os outros por orar mais horas ou ler a Bíblia mais. Somos santos por causa da graça de Deus, não porque fizemos por merecer. Devemos nos esforçar para viver de maneira santa mas isso não nos dá o direito de desprezar os outros.

Santidade também não é se isolar do mundo. Deus não nos tirou do mundo e precisamos aprender a conviver com a sociedade à nossa volta. Mas é a forma como interagimos com o mundo que vai marcar a diferença. Somos chamados para sermos luz em um mundo de trevas.


E mais, santidade não é ser sem graça. Há muito espaço para a alegria e a diversão na vida com Jesus! Novamente, é a forma como nos alegramos que é importante. A vida de santidade tem alegrias especiais que não podem ser conhecidas por quem está no pecado.

Por fim, santidade não é nunca mais pecar. Enquanto ainda estamos deste lado da eternidade, vamos cometer erros. Mas viver de maneira santa significa reconhecer os pecados e pedir perdão, procurando viver de maneira melhor. Santidade implica humildade e dependência de Deus.

Deus é santo e também nos ajuda a ser santos!

Fonte: www.bibliaon.com

A ansiedade ( I Pedro 5:7 / Filipenses 4:6-7) tem sido uma das armas do inimigo para gerar conflitos na adolescência. Porém a santidade o leva ao êxito em tudo. Ansiedade por namoro, noivado ou casamento, pode lhe levar a perder tudo o que Deus tem planejado para sua vida.

A realidade dos nossos dias é dura. O pensamento egocêntrico tem sido a marca dessa geração. Quantas vezes não identificamos o ego falando mais alto, ou melhor, gritando em comportamentos por aí? Essas atitudes não agradam a Deus e o foco cristão não é amar a si mesmo acima de tudo e todos.

Quando, através de uma ligação telefônica ou mesmo numa conversa teclada via Whattsapp ou Facebook ou qualquer outro tipo de mediador de comunicação social, a gente sorri, falando com um amigo um colega, com o chefe, o pastor ou qualquer outra pessoa com quem temos relacionamento (de amizade ou de qualquer outra natureza), o fenômeno de alegria que se dá eu o denomino como “inspirado”, pois o que a pessoa disse ou a forma como ela assentiu a uma colocação minha, me inspirou alegria.

Muitas pessoas pensam que os mandamentos são uma carga e uma limitação à nossa liberdade e ao nosso crescimento pessoal. Mas o Salvador ensinou que a verdadeira liberdade vem somente se O seguirmos: “Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:31–32).

Visitas no Site

0011767843
HojeHoje339
OntemOntem421
Esta SemanaEsta Semana760
Este MêsEste Mês4116
Todos os diasTodos os dias11767843

Siga-nos no Facebook

Usuários Online

Temos 130 visitantes e Nenhum membro online